b

Colunista | LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez

Giro Marília -Museus e inovação cultural

Tela do pintor Ranchinho - UME UNESP

A organização da Unidade Museológica Experimental (UME), junto ao Departamento de História da Faculdade de Ciências e Letras de Assis, visa à inserção da UNESP em atividades e debates relativos aos museus universitários. É resultado das comemorações dos 60 anos da Faculdade. A primeira ação é a Mostra Arte, Trabalho, Educação (MARTE).

Museus universitários são espaços que promovem a confluência de diálogos científicos, técnicos e pedagógicos entre museus e universidades. Museus e universidades são instituições que podem atuar juntos, sem sacrifícios em suas respectivas identidades institucionais, por exemplo, na promoção de conhecimentos, da cooperação técnica e institucional, da educação para a ciência, do desenvolvimento regional e sustentável, da preservação e difusão de bens culturais e do patrimônio, da solidariedade humana.

A Política Nacional de Extensão Universitária aponta a busca de estabelecimento de relações mais  interativas das universidades com a sociedade em seu conjunto. As práticas de “extensão museológica” oferecidas pela universidade pública proporcionam tanto a regionalização de serviços especializados à comunidade envolvente quanto o atendimento de demandas típicas do século XXI, no Brasil. Demandas relativas às necessidades educacionais da sociedade do conhecimento, a efetivação da cidadania e de direitos humanos, e a mudança social e cultural programada, preconizada, por exemplo, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A implantação da Unidade Museológica Experimental já permite identificação de linhas de acervos, coleções e exposições na FCL; a formação inicial e continuada de profissionais, científica e pedagógica; o espaço técnico e pedagógico experimental para as disciplinas do curso de História; a oferta de ações educativas e culturais voltadas, prioritariamente, ao público escolar e universitário, entre outros segmentos sociais da região de Assis.

A iniciativa é fruto de ações extensionistas desenvolvidas no Programa UNESP de Atividades Artísticas e Culturais – Subprograma Museus e Centros de Ciências, a partir de 2016, bolsas e recursos financeiros da Pró-Reitoria de Extensão Universitária. 


Giro Marília -LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez
LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez
Professor no Departamento de História da Universidade Estadual Paulista/Campus de Assis.

Matérias anteriores deste(a) colunista >