b
Giro Marília -“O Circo” institui troféu “Marina Betti Cézar” para destaques de ações sociais

A Chácara Recanto O Circo faz no próximo domingo (18), durante seu tradicional almoço paras entidades assistenciais de Marília, a primeira cerimônia de entrega do Troféu Marina Betti Cézar, como reconhecimento a trabalhos de destaques no atendimento e assistência social na cidade.

O nome do troféu é uma homenagem à pedagoga Marina Cezar, que além de ser a esposa do fundador e dirigente da chácara, Valdyr Cezar, foi durante toda sua vida atuante voluntária em ações sociais e responsável por muitos dos projetos da chácara na área de atenção social.

O Troféu será entregue todos os anos a pessoas que desempenham ou já desempenharam relevante trabalho social em prol dos que mais necessitam.

A entrega será sempre em outubro, durante o “Almoço do Circo”, evento destinado a angariar recursos a diversas entidades filantrópicas e assistenciais de Marília.

A Chácara já escolheu o primeiro homenageado, mas o nome será mantido em sigilo até a entrega, no próximo domingo, durante o evento no Golden Palace. Os convites para o almoço são vendidos por diversas entidades e representantes do Circo.

HISTÓRIA

Marina Betti Cézar nasceu em Marília, em 02 de janeiro de 1937, filha de Duílio Betti e Angelina Ecker Betti. Casou-se com Valdyr Cézar em 08 de julho de 1961, com quem teve os filhos César Augusto e Alessandro Carlo.

D
edicou grande parte de sua juventude ao esporte, tendo se graduado em pedagogia. Lecionou durante anos e assumiu a coordenadoria da merenda escolar do município na primeira gestão do prefeito Octávio Barreto Prado.

Sempre prestou trabalho voluntário em prol dos mais carentes. Participou ativamente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, criando programas e projetos para a manutenção financeira dessa instituição.

Esteve presente, com destacada atuação, na 1ª Feira da Fraternidade de Marília, realizada em 1976 pelo prefeito Pedro Sola no Estádio Bento de Abreu.

Com Valdyr Cezar, liderou o grupo que “montou” um circo para angariar fundos destinados às entidades assistenciais, daí o surgimento do nome “O Circo”.

Enquanto teve saúde, Dona Marina, carinhosamente chamada de “Primeira Dama do Circo”, participou de todas as realizações do grupo. Faleceu em 09 de abril de 2013, deixando profunda saudade.


Últimas Notícias