Giro Marília -Polícia investiga execução de advogado em Venceslau; OAB vê atentado

A morte de um advogado em Presidente Venceslau virou uma investigação sobre execução que é tratada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) como um “atentado à Justiça”. O crime aconteceu na quarta-feira (13).

Nilson Aparecido Carreira Mônico foi morto em seu escritório com três tiros disparados por um morador de São Bernardo que amarrou a vítima e duas testemunhas antes de cometer o crime.

O rapaz foi preso pouco depois com uma bolsa em que carregava uma arma com três cápsulas deflagradas e R$ 2.000 em dinheiro. Ele disse que cometeu o crime a pedido de um amigo.

Segundo a polícia, o mandante teria uma dívida trabalhista e além de pagar pelo assassinato teria levado o assassino até o local. O homem continua foragido.

O assassino disse à polícia que é um ex-policial e trabalhava como segurança em uma boate de São Bernardo, onde conheceu o mandante do crime. O advogado, de 53 anos, chegou a ser socorrido após o ataque mas não resistiu aos ferimentos.


Últimas Notícias