Giro Marília -Cidade reduz impostos e projeta atrair mais empresas de TI

A Câmara de Marília aprovou em sessão extraordinária nesta segunda-feira projeto que reduz alíquota do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) de 5% para 2%, para empresas de Tecnologia da Informação (TI).

A medida é mais um passo para criação do parque tecnológico na cidade e incentiva a atração de novas empresas do setor. A redução atende iniciativa da Asserti (Associação das Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e empresas do setor.

A implantação do parque conta com apoio da prefeitura e do Univem (Centro Universitário Eurípides de Marília), que além de cursos de formação e aperfeiçoamento de profissionais mantém programas de suporte e consultoria na área. A redução de impostos teve aprovação unânime dos 13 vereadores e a votação foi acompanhada por representantes da Asserti e do Univem.

O presidente da Asserti, professor Elvis Fusco, comemorou a decisão. “Esta ação e a qualidade da mão de obra formada pelo Univem posicionam a cidade de Marília no cenário nacional entre as melhores cidades com atração para grandes empresas de TI.”


Dirigentes da Asserti acompanharam votação na Câmara - Divulgação

Segundo levantamento da Asserti, pelo menos cem empresas de TI estão instaladas na cidade. Os cursos superiores de Tecnologia da Informação oferecidos pelas instituições de ensino da cidade contribuem para que Marília ofereça mão de obra qualificada para as empresas e movimente o mercado de trabalho entre os jovens.

“Hoje a cidade tem todos os requisitos para atender as grandes empresas. É uma visão de futuro para a cidade do prefeito e dos vereadores a aprovação do projeto de incentivo fiscal”, disse Fusco.

Na quarta-feira (16) o prefeito Vinícius Camarinha sanciona a lei aprovada ontem na Câmara. Mais informações sobre o setor no site da Asserti, AQUI .


Últimas Notícias