Giro Marília -Evolução de 'nomes sujos' no comércio provoca alerta da Acim

Balanço de registros do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) mostra que o número de nomes ‘negativados’ subiu 25% desde o começo do ano enquanto apenas 15% dos registros foram cancelados por pagamento ou caducidade das dívidas.

O número foi divulgado com um alerta da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília) para que os comerciantes reforcem a atenção na aprovação de crediário e vendas a prazo na cidade.

“Isto é preocupante, pois, demonstra que mais pessoas estão com restrições e menos pessoas recuperaram o crédito”, resumiu o presidente da associação comercial local, Adriano Luiz Martins.

De acordo com o superintendente da entidade, José Augusto Gomes,  neste ano foram incluídos no Bando de Dados do SCPC da Acim, 12.354 consumidores, enquanto 7.189 pessoas passaram a ter crédito nas lojas do Brasil. “Infelizmente o ideal seria o contrário: menos pessoas sendo incluídas e mais pessoas recuperando o crédito”, apontou José Augusto Gomes.

Junho mostrou aumento de 95% nos nomes negativados em relação ao número de 2017. Julho foi o melhor, com recuperação de crédito 35% maior que a de 2017.

“A média não está o ideal, mas há tempo de recuperar isso até Dezembro”, afirmou Adriano Luiz Martins que destacou a importância da ferramenta de consulta para proteger os lojistas contra perdas com a inadimplência.


Últimas Notícias