Um grupo de psicólogas promove na noite desta quinta-feira em Marília um encontro de acolhimento a familiares e amigos que perderam alguém por suicídio, em mais uma etapa de um programa que leva atendimento gratuito e conforto a este público.

O serviço foi lançado em maio como a segunda etapa de um projeto que envolve também atendimento voluntário na prevenção do suicídio e pretende formar uma rede de profissionais da saúde que atuem nesse atendimento.

O atendimento desta quinta-feira será feito a partir de 19h30 no prédio da Faculdade Sul-Americana, na praça Saturnino de Brito, em frente à prefeitura, que cede espaço para o projeto.

O atendimento é uma iniciativa das psicólogas Luciana Handa, Juliane Henrique e Beatriz Handa e pretende atingir o maior número possível de pessoas que esteja nesta condição e busque apoio.

“Idealizamos o grupo com o objetivo de facilitar/amenizar o processo de luto das famílias e amigos envolvidos. Possibilitamos um ambiente seguro, sigiloso de escuta e troca de experiências àqueles q passam pelo luto considerado dos mais longos e de difícil elaboração”, disse Luciana Handa.

Os encontros são mensais, sempre na terceira quinta-feira, e em média duram duas horas. “Entre um encontro e outro, havendo necessidade de apoio ou alguma emergência, podemos agendar visitas ou encontros q auxiliem nesse processo também”, explica.

O trabalho de prevenção oferece também opções de atendimento com palestras em escolas, igrejas, centros comunitários,  universidades e oferece atendimento psicológico social para pacientes q apresentem os fatores de risco para o suicídio ou ideações suicidas como tentativas, depressão e automutilação, entre outros.

Contatos para palestras ou informações podem ser feitos pelo telefone (14) 997890927.