source

De quarentena em Nova York após testar positivo para a Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que a pasta autorizou a aplicação da dose de reforço em profissionais da saúde.

Segundo Queiroga, o imunizante deve ser aplicado seis meses após a imunização completa e, preferencialmente, da Pfizer.

"Acabamos de aprovar a dose de reforço para profissionais de saúde, preferencialmente com a Pfizer, a partir de seis meses após a imunização completa. Essa já é a maior campanha de vacinação da história do Brasil", disse o ministro.

Fonte: IG SAÚDE