Giro Marília -Enem será adiado, fará enquete online e mantém inscrições abertas

Após dias de pressão, o Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira que a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será adiado por 30 ou 60 dias, em data a ser ainda definida.

O anúncio foi feito em comunicado oficial divulgado no site do Inep (Instituto  Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela organização do exame.

O governo enfrenta disputas judiciais e pressão política pelo adiamento da prova. A decisão foi tomada após uma derrota por 75 voos a 1 no Senado com aprovação de projeto para mudança da data. O texto seguiu para avaliação da Câmara dos Deputados.

Veja abaixo a íntegra do comunicado.

"Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio."