Giro Marília -Marília arranca empate com Monte Azul em casa pelo Paulista Sub-20

Depois de estar atrás no placar por duas vezes, o Marília buscou o empate, por 2 a 2, nesta quinta (21), diante do Monte Azul, em jogo válido pela 2ª rodada da 2ª fase do Paulista Sub-20 da Federação Paulista de Futebol (FPF).

O resultado põe em risco a liderança do alviceleste no grupo. Com 4 pontos, o Marília vai aguardar o complemento da rodada, nesta sexta (22), com o duelo entre Mirassol e Independente, para saber se segue em 1º ou 2º lugares.

O Marília volta a jogar em casa na próxima quinta-feira (27), contra o Mirassol. Para esta partida o técnico Edson Fio não poderá contar com o zagueiro Diego Mota, expulso na tarde desta quinta (21).

O JOGO

Do alto da tabela, o Marília iniciou o jogo pra cima do Monte Azul. Mas, a primeira bola a chegar por cima foi na área alviceleste, com Elisson Bahia, de bicicleta, ainda aos três. Não deu em nada, mas valeu pelo estilo.

Aos 11, no entanto, deu match. Afonso recebeu pelo meio, driblou o goleiro Carlos pra direita e tocou para o gol vazio. O Marília empatou três minutos depois. Guilherme Vieira cruzou falta da direita e Vitor Hugo cabeceou sozinho.

A bola ainda bateu no travessão antes de cair dentro do gol, sem necessidade de balançar as redes. O empate reposicionou o Marília no comando da partida com sucessivos lançamentos à área dos visitantes.

Mas, bastou o Monte Azul voltar a atacar para reassumir a frente do placar. Aos 23, Felipe Salina subiu sozinho no meio da zaga e cabeceou a bola no ângulo superior direito do gol maqueano: 2 a 1.

O jogo seguia lá e cá. Aos 42, chegou lá. Felipe Melo ganhou a jogada na base da força física pela esquerda e bateu cruzado, rasteiro. A bola ainda tocou na trave antes de descansar mansinha no fundo do gol.

O Marília conseguiu a virada, aos 45, com Leanilto. Mas, não valeu. O atacante estava impedido. A igualdade no placar reanimou o Tigre, que voltou pra cima do Monte Azul após o intervalo do jogo.

Aos 8, Guilherme Vieira arriscou de fora da área e o goleiro Willian Mineiro bateu roupa. Sorte dele que a bola foi pra linha de fundo. Aos 15, ele sentiu uma lesão e deixou o gol aos cuidados do baixinho Artur.

Aos 26, Fábio Reis quase reprisou o primeiro gol do Monte Azul. Ao descer em contra-ataque, driblou o goleiro mas, depois de tanto correr, bateu para fora. Aos 32, Bruno Marin cruzou da esquerda e Leanilto balançou as redes – do lado de fora.

Aos 40, o atacante maqueano apareceu livre pela direita e Artur tocou o suficiente para desviar a bola pra linha de fundo. Aos 46, foi a vez de Alexandre mandar pra linha de fundo a bola que chegaria para nova conclusão do ataque maqueano.

O Marília seguia no abafa em busca da vitória. Aos 48, Leanilto apareceu livre de novo e Artur levou a melhor. Além de não conseguir o gol da virada, o Marília ainda perdeu Diego Mota, expulso. Mas, garantiu pelo menos um ponto.


Últimas Notícias