Giro Marília -Advogado de Marília é candidato do Brasil a Tribunal Internacional

O advogado Rodrigo Fernandes More, 45 anos, foi indicado pelo governo brasileiro como candidato a ocupar um mandato no Tribunal Internacional do Direito do Mar, uma instituição de solução de conflitos comerciais, de uso e exploração marítima.

More é professor da área, palestrante e consultor para a Marinha, poder público e empresas e para a ONU (Organização das Nações Unidas), responsável pelo tribunal de direito do mar.

Nascido em São Paulo, Rodrigo é filho de família pioneira em Marília e cresceu na cidade desde a pré-escola até o ensino médio, quando deixou a cidade para fazer curso preparatório de cadetes do Exército. É sobrinho do ex-vereador e ex-presidente da Câmara João Fernandes More, que foi também presidente do MAC (Marília Atlético Clube).


O Tribunal é composto por 21 membros independentes, eleitos a partir de indicações dos países em votação secreta em votação convocada pelo secretário Geral das Nações Unidas, no caso da primeira eleição ou segundo procedimento acordado pelos Estados Partes.

Rodrigo é filho de José e Maria Cristina More, professora do Cristo Rei, onde o advogado estudou e integrou o grupo de escoteiros, que provocou longo tempo de interação e contato com a cidade.

“Ele vinha mais para encontros com o Jean Paul Lebau (conhecido como Minhão, instrutor e dirigente dos escoteiros na cidade, falecido). Agora ficou mais difícil manter este contato, ele esta sempre em viagem ou compromissos em Santos onde dá aulas, em São Paulo, em eventos”, explica o pai, José More.

Quando deixou Marília, Rodrigo More buscou primeiro uma carreira militar. Aprovado para o Barro Branco, que forma oficiais da Polícia Militar, e para a Academia de Agulhas Negras, optou pela formação do Exército. Mas abandonou para fazer o curso de direito e foi aprovado na Faculdade do Largo São Francisco, da USP.


A tese de mestrado, sobre desarmamento mundial, virou livro e ganhou mercado internacional. No dia 2 de fevereiro ele lança em Nova York um livro sobre evolução do direito marítimo, que terá também lançamento em Hamburgo, sede do Tribunal do Direito do Mar.

Ainda tem como base para a família a cidade de São Paulo. Nos próximos dias deve ir a Jamaica para evento internaiconal do setor, tem agenda cheia de compromissos internacionais mas mantém aulas em Santos, escritório e atividades na capital paulista e a família - casado e pai de dois filhos, Enzo e Matteo, nomes esclhidos para resgata origem italiana da família.

"Quando o livro dele teve um lançamento da ONU em Genebra ele aproveitou e foi viajar para conhecer a Toscana, de onde meu avô saiu para morar no Brasil", diz José More. O bisavô de Rodrigo chegou ao Brasil. O avô, ferroviário, chegou a Marília. E o advogado agora faz o caminho contrário, para ser cidadão do mundo.


Últimas Notícias