Giro Marília -Câmara terá sessão extra para reajuste de servidores, prefeito e secretários

A Câmara de Marília deve fazer uma sessão extra na próxima segunda-feira, logo após a sessão ordinária, para votar série de projetos de lei de correção dos salários na prefeitura e diferentes estruturas da administração municipal.

O principal estabelece reajusta em 5% o salário dos servidores municipais e promove correção de 20% no vale-alimentação mensal dos servidores da prefeitura. O vale passa dos atuais R$ 300 para R$ 360.  O menor salário inicial na amdinistração passa a R$ 1574.

Os servidores reivindicam equiparação com a Câmara, que paga R$ 496, uma missão quase impossível. Isso porque o vale da Câmara sobe toda vez que a prefeitura reajusta. Assim, outro projeto a ser votado eleva o vale dos servidores do Legislativo para R$ 597.

Também será votado reajuste de salários para prefeito, vice e secretários municipais, com mesmo índice dos servidores. O salário do prefeito Daniel Alonso vai a R$ 17.434. O vice, Antonio Augusto AMbrosio, o Tato, que está afastado da administração, passa a receber E# 11.686,71 e os secretários terão subsídios de R$ 8.770,27.

Os vereadores votam ainda na sessão extraordinária um projeto para criar nova função gratificada, destinada a nomeação de servidores concursados.

A Câmara passa a ter 23 funções gratificadas – cargos de gerente, supervisor, encarregado ou chefe – quase metade de todas as vagas de concursados no Legislativo.


Últimas Notícias