Giro Marília -Paróquias têm agenda especial de Páscoa;. entenda as celebrações

Na noite de hoje celebramos a Missa da Ceia do Senhor com o gesto do lava-pés onde lembramos a última ceia de Nosso Senhor Jesus Cristo com seus apóstolos. Naquela noite solene, Jesus instituiu a Sagrada Eucaristia e, com ela, o sacerdócio ministerial de nossos padres. Deste modo, com o gesto de lavar os pés de seus amigos, o próprio Cristo nos deu o modelo de sermos cristãos: o amor! Somos verdadeiros seguidores de Jesus quando somos capazes de servir os nossos irmãos.

Por isso, em todas as nossas igrejas, nesta noite, nossos padres lavarão os pés de 12 fiéis, lembrando este gesto de Cristo. No final da celebração, a Santíssima Eucaristia será transladada para um outro altar, onde os fiéis, durante a noite, madrugada e, na sexta-feira, até o meio da tarde, poderão vigiar com Nosso Senhor Jesus. Às 15h, da sexta-feira Santa, temos a celebração da Paixão do Senhor, quando recordamos o momento da morte de Cristo.

Com uma celebração bastante sóbria, entramos no silêncio do sepulcro que permaneceremos até o final da tarde do sábado. Para nos recordar o sacrifício de salvação de Jesus, a sexta-feira é um dia de jejum e penitência para os cristãos a fim de que configuremos a ausência dos alimentos ao sofrimento de Jesus na Cruz.

Na noite da sexta, muitas comunidades têm procissões ou ainda encenações dos últimos passos de Cristo a fim de que todos os fiéis se recordem dos dolorosos passos de Jesus que nos conduziram à salvação, aos céus!

Na noite do sábado, celebraremos em todas as nossas igrejas a Vigília Pascal, considerada a mãe de todas as missas, onde, como Igreja, nos reuniremos em torno do sepulcro na firme esperança da vitória de Cristo sobre a morte. Nesta celebração, por meio das leituras bíblicas,  lembramos o cuidado de Deus para com a humanidade até chegarmos na Ressurreição de Nosso Senhor que nos livra, definitivamente, das amarras do mal.

Nesta Vigília  nossos fiéis terão a oportunidade de renovar as promessas batismais para que lembrem que a Ressurreição de Cristo é fonte de vida eterna e, por Ele, com Ele e para Ele deveremos orientar em nossas vidas.

E, no domingo, o Dia do Senhor, vamos às igrejas na firme certeza de que o Senhor Jesus ressuscitou e nos deu vida plena! Com o nosso canto de aleluia, espalharemos, como cristãos consientes, por meio de nossas ações, a vida que Cristo restaurou.

Por isso, convido todo o povo católico a procurar as igrejas próximas e participar das celebrações da Semana Santa, a maior dos cristãos, onde morremos com Cristo para nós mesmo e, com Ele, nascemos novamente para uma vida moldada a partir do serviço aos irmãos, sobretudo aos mais pobres que necessitam de nossa assistência. Desejamos a todos uma feliz e Santa Páscoa, cheia da vida plena que Deus concede a todos nós!

Tiago Brbosa, pároco na Paróquia Santa Rita de Cássia, integrante da Pastoral da Comunicação na Diocese de Marília


Últimas Notícias