Giro Marília -Projeto dá nome do médico Roberto Mizobuchi para UBS em Marília

Ortopedista Roberto Mizobuchi, falecido em 2016 - Reprodução/Jornal da Manhã

A Câmara de Marília deve votar na próxima segunda-feira um projeto de lei para dar o nome do ortopedista Roberto Ryuiti Mizobuchi à unidade de saúde do Maracá, na zona norte, que deve atender novos bairros que somam mais de 4.000 moradias.

Falecido aos 62 anos em 2016, Mizobuchi foi um dos principais nomes do setor em Marília, com reconhecimento nacional. A homenagem é uma iniciativa do vereador Luiz Eduardo Nardi.

Formado pela 7ª turma de medicina da Famema (Faculdade de Medicina de Marília), em 1978, concluiu a especialização em traumatologia na Santa Casa, em 1982.

Cursou mestrado e doutorado na escola Paulista de medicina, na década de 80 foi ao Japão para aperfeiçoamento profissional e em 1988 entrou no corpo de docentes da Famema.

Foi um dos responsáveis pela organização da Residência em Traumatologia e Ortopedia, tornou-se chefe do serviço e foi também  coordenador da rede de Habilitação Lucy Montoro, que inovou o atendimento em traumatologia na cidade.

Durante muitos anos foi também responsável pelo departamento médico do MAC (Marília Atlético Clube), onde cuidou de grandes nomes do esporte. Ocupou cargos e reconhecimento nacional em entidades como a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, onde foi diretor e membro do conselho consultivo.

Pouco antes de sua morte, foi homenageado em Encontro de Nutrição e Exercício realizado pelo Instituto de Especialidades Ortopédicas, um projeto do qual foi grande incentivador. Mizobuchi estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital.


Últimas Notícias