Giro Marília -ONG lança abaixo-assinado pela coleta seletiva de lixo em Marília

A Associação Ambientalista de Marília, mais conhecida como ONG Origem, colocou na internet uma petição on line para receber apoio em uma proposta de implantação de um sistema de coleta seletiva no Município de Marília!

“Infelizmente assistimos à um desrespeito contínuo em relação ao Meio Ambiente e um descalabro de desperdício de dinheiro público”, diz o texto de manifesto em apoio à campanha

A Origem lembra que desde 2001 Marília apresenta irregularidades no Aterro Municipal sem solução para destinação do lixo. “Os resíduos gerados passaram a ser destinados para o Aterro Sanitário de Quatá e Piratininga através do processo denominado transbordo.

“Em 2016 a situação chegou ao limite, com a área de transbordo transformando-se num aterro irregular, recebendo cerca de 280 toneladas de lixo por dia. Além do grande estrago ambiental deixado no local, o Aterro Avencas também contaminou a Nascente do Córrego do Prata. “

Os ambientalistas destacam ainda que as despesas com multas devido a situação irregular do Aterro já somam 1 milhão de reais. Além disso, a Prefeitura gasta em média mais 1 milhão de reais por mês para realizar o transbordo do lixo, “uma solução provisória e que não resolve o problema definitivamente”.

Passa assinar a petição e apoiar a campanha, basta acessar o site oficial do projeto. A página vai pedir apenas a inclusão de um endereço de email. O internauta pode ainda replicar a campanha em suas redes sociais.


Últimas Notícias