b
Giro Marília -Pesquisa de Marília é selecionada para projeto internacional de dados

Um projeto da professora Maria Eunice Quilici Gonzalez, do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp de Marília , está entre os selecionados pela Fapesp para o Digging into Data Challenge, um desafio para integra programa apoiado por agências de fomento à pesquisa de 11 países, no âmbito da Plataforma Transatlântica para Ciências Humanas e Sociais (T-AP).

A Plataforma constitui-se em uma colaboração sem precedentes para a área de humanidades, reunindo financiadores e facilitadores da América do Sul, América do Norte e Europa, visando reforçar a capacidade dos financiadores, organizações de pesquisa e pesquisadores para o diálogo e a cooperação transnacional.


Com o título "Compreendendo a dinâmica da opinião e da linguagem utilizando big data”, o projeto visa estudar a dinâmica de ações sociais a partir da análise de big data, que é  o imenso volume de dados que impactam os negócios no dia a dia. Mas o importante não é a quantidade de dados. E sim o que as empresas fazem com os dados que realmente importam.

A equipe do projeto é formada por pesquisadores em Linguística, Filosofia, Física, Ciência dos Dados (data Science) e Direito, ilustrando a interdisciplinaridade inerente a projetos em Humanidades Digitais. O projeto inclui, ainda, pesquisadores da Argentina e da França.

A seleção da Fapesp, lançada em junho de 2016, tem o objetivo de selecionar projetos que visem investigar como técnicas computacionais avançadas aplicadas a big data podem ajudar a resolver questões de pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. A análise de big data em Ciências Humanas e Sociais é uma das características marcantes da área denominada Humanidades Digitais, que vem crescendo em todo o mundo.

Os projetos submetidos foram propostos por equipes multinacionais de 11 países diferentes. De um total de 105 propostas, 14 foram selecionadas, com temas abrangendo um amplo leque de áreas, incluindo Musicologia, Linguística, História, Ciência Política e Economia.

Por meio da chamada, a FAPESP e 15 agências de apoio à pesquisa de vários países apoiarão, com aproximadamente US$ 9,2 milhões, equipes internacionais que investigam como a pesquisa avançada em computação de larga escala pode responder questões nas áreas de Ciências Humanas e Sociais. Essas equipes estarão dedicadas a pesquisas nas mais diversas áreas, como Musicologia, Economia, Linguística, Ciência Política e História.

Cada uma das 14 equipes selecionadas é composta por pesquisadores de diversas disciplinas, colaborando para demonstrar como técnicas avançadas em análise de big data podem ser utilizadas para investigar uma ampla gama de questões das Ciências Humanas e Sociais.

Países e organizações financiadoras incluem: Argentina (MINCyT); Brasil (FAPESP); Canadá (SSHRC, NSERC, FRQ); Finlândia (AKA); França (ANR); Alemanha (DFG); México (CONACYT); Holanda (NWO); Portugal (FCT); Reino Unido (AHRC, ESRC) e Estados Unidos (NEH, NSF, IMLS).


Últimas Notícias