b
Giro Marília -Aeroporto de São Carlos vira internacional e ganha obras; Marília espera

O governo federal anunciou nesta terça um investimento de R$ 212,4 milhões para a modernização de 11 aeroportos regionais que vai incluir a cidade de São Carlos e descarta uma relação de prioridades estabelecidas em 2015, quando o presidente Michel Temer era vice de Dilma Rousseff, que incluía Marília entre foco de investimentos no Estado.

O anuncio acompanha outras medidas, como uma portaria publicada no dia 16 que transformou o aeroporto daquela cidade em área internacional de manutenção. São Carlos já abriga um centro de manutenção da Latam, conglomerado que substitui a TAM, fundada em Marília. A atuação da empresa na cidade é uma das influências para investimentos.

O aeroporto de São Carlos nem conta com voos regulares desde que a Ocean Air deixou de operar na cidade. Passageiros precisam se deslocar a cidades mais próximas. A pista de 1720m é utilizada essencialmente pela Latam, que prevê pouso de voos internacionais já em fevereiro. Antes da medidas, os aviões precisavam pousar em algum aeroporto internacional, como Campinas, e depois seguir até São Carlos.

A falta de voos e de potencial pode ser apontada pela causa de exclusão da cidade do programa de investimentos em 2015. O anúncio oficial de investimentos não oferece detalhes sobre os critérios para escolha de São Carlos.

O programa de 2015 previa investimentos em 19 cidades do Estado. Apenas duas foram mantidas na prtimeira revisão anunciada em agosto de 2016: Sorocaba e Guarujá. Marília e mais 16 cidades, como Bauru, Prudente, Rio Preto, Ourinhos e Araraquara, que estavam na lista não aparecem nos anúncios oficiais.

Os 11 aeroportos incluídos na novba estão localizados nos municípios de Jataí (GO), Araguaína (TO), Dourados, (MS), Cáceres (MT), Sinop (MT), Tangará da Serra (MT), Itaperuna (RJ), Resende (RJ), Angra dos Reis (RJ), Chapecó (SC) e São Carlos (SP). Em Tocantins e Goiás haverá contrapartida dos governos municipais e em São Paulo e Santa Catarina dos governos estaduais.

Veja abaixo o mapa dos investimentos previstos em 2015 e agora abanbdonbados pelo governo



 


Últimas Notícias