Colunista | GIRO DO CONCURSEIRO - Ataliba M. de Moraes Filho

Giro Marília -TRE-SP abre concurso - Entenda o modelo de provas da FCC

Prezados leitores, no último dia 30 foi publicado o tão aguardado edital para o concurso do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, o qual será mais uma vez realizado pela Fundação Carlos Chagas ou FCC.

O concurseiro deve estar atento: o período de inscrição para todos os candidatos, inclusive os que tiveram o pedido de isenção do pagamento do valor de inscrição indeferido: de 10 horas do dia 12/09 às 14 horas do dia 11/11/2016, horário de Brasília.

O valor da Inscrição será: Analista Judiciário todas as áreas e especialidades: R$ 85,00 (oitenta e cinco reais); Técnico Judiciário todas as áreas e especialidades: R$ 70,00 (setenta reais).

Os candidatos aos cargos/áreas/especialidades do Concurso ficarão sujeitos à jornada de trabalho de 40 (quarenta) horas semanais, na forma do artigo 19 da Lei nº 8.112/90 e alterações posteriores, salvo disposições em leis específicas.

As especialidades de Medicina e Assistência Social possuem jornada semanal diferenciada de 20 (vinte) e 30 (trinta) horas, respectivamente, de acordo com a legislação vigente.

Às pessoas com deficiência, que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal, no artigo 37 do Decreto Federal nº 3.298/1999, é assegurado o direito de inscrição para os cargos em Concurso Público, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência.

Em obediência ao disposto no Decreto nº 3.298/1999, Decreto nº 5.296/2004 e Resolução TSE nº 23.391/2013, ser-lhes-á reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas existentes, que vierem a surgir ou forem criadas no prazo de validade do Concurso, para cada cargo/área/especialidade.

A previsão no edital é de aplicação das provas objetivas e discursivas para o dia 12 de fevereiro de 2017. Logo, há mais de um semestre para os candidatos se prepararem. A previsão para a divulgação dos aprovados é para o dia 23 de maio.

Visando auxiliar os amigos concurseiros, ante a grande expectativa para a prova e o grande lapso temporal existente para uma preparação bem alicerçada, realizamos uma breve análise do estilo das provas aplicadas pela Fundação Carlos Chagas em outros certames, a qual segue:

De um modo geral os concurseiros criticam a Fundação Carlos Chagas, dizendo que é a “Fundação Copiou Colou”. Ou seja, a prova é pura “decoreba”.

Assim, se o estilo da banca é “CRTL C + CRTL V.  Logo, o concurseiro tem que “comer” a lei seca todos os dias; não tem saída - lei seca e mais lei seca até conseguir “copiar e colar”.

A preparação para as provas da Fundação Carlos Chagas basicamente deve ser:

- Leitura diária das leis exigidas no edital – atenção às alterações;

- Resumo das leis e tabela de prazos;

- Revisão constantemente dos resumos e das tabelas de prazos;

- MUITOS EXERCÍCIOS da banca – faça e refaça provas anteriores as quais podem ser obtidas gratuitamente através de pesquisas no Google. Um dos links é: https://www.pciconcursos.com.br/provas/fcc

Tradicionalmente as provas da Fundação Carlos Chagas são compostas por questões de múltipla escolha com cinco alternativas, nas quais devem-se identificar o item correto ou o item errado, de acordo com o que é pedido no comando da questão. Atenção, pare e respire: leia, releia, “rereleia”, “rerereleia” o enunciado da questão. Veja se o enunciado pede para que seja marcada a questão correta ou a questão errada. A Fundação Carlos Chagas costuma pedir mais que se aponte a alternativa errada do que as outras bancas. Não perca uma questão por pura preguiça de ler o enunciado.

Uma das características mais marcantes da Fundação Carlos Chagas é que as provas se utilizam de parte maior do edital, o que significa que o conteúdo programático é mais diluído na prova. Por isso, o candidato que não estudar todo o edital não precisa nem fazer a prova. Existem opções muito mais divertidas e interessantes para um domingo de verão do que fazer prova sem ter estudado de verdade.

Na disciplina de língua portuguesa, é uma banca bem conservadora. O domínio do verbo é essencial para o bom desempenho na prova - regência e a concordância, os tempos e os modos, estão sempre presentes – sem exceção. Em Informática e Tecnologia da Informação as questões tendem às interpretações e usos funcionais da disciplina, sempre buscando aferir se o candidato possui o uso da tecnologia e dos conceitos requisitados.

De acordo com a Fundação, são desenvolvidos estudos, com base nas análises estatísticas dos resultados das provas e das questões aplicadas, para aperfeiçoar suas provas objetivas, dissertativas ou práticas e demais processos.

“Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras. Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes. Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos. Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores. Mantenha seus valores positivos, porque seus valores… Tornam-se seu destino”. (Mahatma Gandhi)


Giro Marília -GIRO DO CONCURSEIRO - Ataliba M. de Moraes Filho
GIRO DO CONCURSEIRO - Ataliba M. de Moraes Filho
Servidor público estadual; concurseiro em plena atividade; especialista lato sensu em Direito Municipal e com MBA em Gestão Pública: Políticas e Gestão Governamental.

Matérias anteriores deste(a) colunista >