Colunista | GIRO GAMER - Gabriel dos Reis

Giro Marília -Jogos de espiões

Iae galera! Esses dias eu assisti um filme chamado “Kingsman – Serviço Secreto” muito legal diga-se de passagem, resgatando as origens dos filmes antigos do 007 mas com um toque do Tarantino. Bugigangas mortais, ternos e sotaque inglês. #ficaAdica

Então vamos falar de espiões essa semana! Porque não?! O universo da espionagem é constantemente abordado nos games, vamos ver alguns deles.

A palavra “espião” nos games de hoje é associada a jogos de stealth, onde seus movimentos precisam ser calculados para não alertar o inimigo de sua presença o que é vital para completar seus objetivos.

E como começar a lista sem mencionar o próprio James Bond?

Bom e se começarmos por um jogo “Bond” do James Bond? Ba DUM Tisss.

Sério, também fizeram alguns jogos bem ruinzinhos com o nome do canastrão inglês o mais recente é o 007 Legends onde é feito um mix de aventuras do espião por diversos filmes, mas como eu disse, vamos falar de um jogo bom do 007.

007 Goldeneye Reloaded aparentemente é uma boa pedida para os fãs do Bond e para quem jogou o clássico de Nintendo 64. O game é de 2011 e teve críticas boas da comunidade gamer mas ainda assim eu gostava do Tomorrow Never Dies do Ps1, nunca fui muito fã de tiro em primeira pessoa ainda mais quando usam personagens icônicos como o 007. Lembrando que no Goldeneye original, tanto jogo quanto no filme, o ator que encarnava o espião era o Pierce Brosnan, no Reloaded é o atual James Bond, Daniel Craig.

Enfim, como o próprio nome diz, o jogo é um remake do game de 1997 “reimaginado” para a nossa atualidade, lançado simultaneamente a 007 Blood Stone, esse em terceira pessoa, porém um jogo mediano, não sei se vale alguma atenção, assim como o Quantum of Solace.



Vamos continuar porque o “Bond” não para... Ba Dum Tissss.

Outro nome famoso nos games de espiões é Snake? Snake?! SNAAAAKE da franquia Metal Gear que é tão grandiosa e fantástica, com cutcenes enormes e que é muito inspirado no 007 querendo ou não.

Metal Gear Solid 5 – The Phanton Pain é o título mais recente, lançado no ano passado, aderiu ao sistema de mundo aberto com uma super naturalidade. O game é ótimo e o fato de eu não ter chego nem aos seus 20% me dá câimbra na testa!

Só para tentar esclarecer, há dois Snakes, o David, protagonista do 1, 2 (dividindo o gameplay com o Haiden, ninja do Metal Gear Rising) e 4. O terceiro jogo da série se passa antes de todos os outros com o Snake Eater que é ninguém mais que o Big Boss (Jack ou John... muitos nomes). O David é clone do Jack e por isso sofre um tipo de envelhecimento precoce, o que explica ele estar tão velho no 4º jogo.

Enfim Big Boss estrelou o terceiro jogo da série, dois jogos de psp, Portable Ops e Peace Walker, não vamos nos esquecer do Ground Zeroes (que mais parece um demo para o 5) e agora o quinto jogo dublado pelo Kiefer Sutherland, o Jack Bauer da série 24 Horas. De toda a saga, mesmo entre os spinoff's como o Acid, o Portable Ops é o mais dispensável, num mexe com isso não!


Se não jogou, corre pra jogar!

E o último mas não menos importante espião de hoje é Sam Fisher, da saga Splinter Cell, que bem ou mal, é o mais tático de todos.


Tom Clancy's Splinter Cell Blacklist foi o último game da série lançado em 2013 mas o game começou lá no Ps2  inovando e surpreendendo pela complexidade. Porém naquela época o jogo era muito “adulto”, chegava a ser monótono em algumas partes. Já no Blacklist o gameplay mudou, a ação mudou ainda que mantenha o stealth, é um game muito mais dinâmico e satisfatório.

No geral o jogo recebeu boas críticas, mas a maior e mais questionável é que, assim como em Metal Gear The Phanton Pain, o protagonista também teve seu dublador substituído, porém não com tanta classe, e por conta de ser uma voz mais jovem, ficou... hum... herr... esquisito, não ficou ruim, mas não é a voz do Sam Fisher.



Por falar em Tom Clancy, The Division lançou essa semana, vocês viram? Leram a coluna quando falei sobre o jogo? Checa lá, “artigos anteriores”.

Chegou custando R$ 230,00 Dilmas para os consoles... financie já o seu...

Vou ficando por aqui manolos! Mas lembrando que há muitos bons jogos de espiões, comenta aí os que vocês gostaram, surpreendam-me!


Giro Marília -GIRO GAMER - Gabriel dos Reis
GIRO GAMER - Gabriel dos Reis
Gabriel dos Reis é designer gráfico e seu hobby é lutar contra o mal do sofá de sua casa.

Matérias anteriores deste(a) colunista >