Colunista | LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez

Giro Marília -O Museu Universitário da UNESP em Assis

A instalação do Museu Universitário, em setembro de 2019, é resultado de cinco anos consecutivos de atividades de ensino e de extensão universitária na área de patrimônio e museus no curso de História da Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Assis.

Aquelas atividades foram iniciadas em 2015, com o projeto “Museus e História dos Municípios (MHIMU)”. As atividades prosseguiram com iniciativas para a promoção pedagógica e cultural de acervos e de instituições museológicas na cidade de Assis, sempre com apoio financeiro e institucional da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

Em decorrência desta abordagem, em 2018, e integrando as celebrações dos 60 anos da atual Faculdade de Ciências e Letras, foi criada no campus a Unidade Museológica Experimental (UME). A ação inaugural foi a realização da Mostra Arte, Trabalho, Educação (MARTE), entre agosto de 2018 e agosto de 2019, reunindo telas do pintor Ranchinho, objetos técnico-pedagógicos e peças arqueológicas regionais.


A Unidade Museológica Experimental orienta-se pelo desenvolvimento de capacidades individuais, institucionais e sociais no ensino e aprendizagem de museologia, na ação educativa em museus e na promoção do patrimônio museológico universitário. A sua atuação institucional reivindica a denominação museu universitário como um conceito gerador. O Museu Universitário foi concebido como um polo para o desenvolvimento de capacidades indutoras de uma cultura de museus na Universidade Estadual Paulista e na região de Assis. O patrimônio cultural e natural do próprio campus proporciona a base inicial e o conjunto de possibilidades físicas e intelectuais para experiências e ações de cooperação, de sustentabilidade e de inovação social.

Em seu perfil institucional e cotidiano operacional são previstas ações regulares de formação inicial e continuada de profissisonais, além de assistência pedagógica, científica, técnica e cultural no âmbito da preservação, da pesquisa e da promoção do patrimônio e museus. A valorização social da educação pública, laica e gratuita, de seus espaços, princípios e diretrizes, profissionais e, sobretudo, a garantia da qualidade do ensino nas escolas e nas universidades, integra o sentido de sua concepção e existência. 

O Museu Universitário inicia a sua trajetória dedicado à consolidação da cidadania, dos direitos humanos e da democracia no Brasil.


Giro Marília -LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez
LIMPO E TRANSPARENTE - Paulo Henrique Martinez
Professor no Departamento de História da Universidade Estadual Paulista/Campus de Assis.

Matérias anteriores deste(a) colunista >