Colunista | Norton Emerson

Giro Marília -Pé frio

Pela primeira vez no Paulistão 2015  Corinthians marcou cinco gols em uma partida.

Também pela primeira vez, nesta temporada, o Timão levou três gols.

A goleada contra o Penapolense que garantiu a liderança no Campeonato, com 32 pontos, também serviu para alertar o time alvinegro que relaxar demais, mesmo com uma boa vantagem no placar, pode trazer sérias consequências, principalmente para o time que pretende conquistar a Libertadores.

No primeiro tempo foram quatro gols e no segundo também, porém, três da equipe de Penápolis.

Valeu e muito pelo espetáculo e pela dedicação corintiana que mesmo com larga vantagem não recuou, apenas relaxou a marcação.

Mesmo com uma boa atuação, com direito a drible do arqueiro em cima do atacante adversário, Cássio praticamente nem se mexeu nos últimos dois gols do Penapolense.

Tudo bem que os gols foram à queima roupa, mas deu para perceber – nitidamente – que o goleiro do Timão parecia estar com a cabeça em outro lugar e não no jogo. Poderia ter sido substituído no intervalo, até para ser poupado para o próximo jogo pela Libertadores, contra o Danúbio – URU.

O Corínthians também poderia ter ampliado (ainda mais) o placar, mas o “ pé de iceberg” Vagner Love entrou no lugar de Guerrero e a “coisa”  começou a desandar.

O Timão não só não marcou mais nenhum gol como levou três.

Ao final da partida retrasada, contra a Portuguesa, Vagner Love disse que “a uruca está grande”  e que ele “precisa ir à igreja para tirá-la”.

Para o bem do Corinthians, sugiro algo melhor: Não vá à igreja, vá para outro time! 


Giro Marília -Norton Emerson
Norton Emerson
Jornalista, radialista, tenho 25. Na verdade, tenho bem mais de 25 mas ainda estou dentro da margem de erro do Ibope

Matérias anteriores deste(a) colunista >