Colunista | UNIMAR EM AÇÃO

Giro Marília -Papel do professor de educação superior no processo de aprendizagem

A docência já foi entendida como transmissão de conhecimentos do professor ao aluno, mas hoje precisamos compreender a mudança nessa concepção, que não é uma questão teórica, mas, sobretudo reconhecida na prática. O professor precisa assumir seu papel de mediador no processo de construção do conhecimento de seus alunos, em que suas informações e experiências vão se consolidar em compreensão cientificamente explicáveis.

O docente do século XXI precisa reconhecer e interpretar metodologias inovadoras e utilizar estratégias motivadoras, que despertem o interesse de seus alunos, para os temas necessários do currículo. Os desafios passam pela necessidade de promover uma sólida reflexão, compreender alguns paradigmas teóricos e levá-los ao interesse pela pesquisa e seu registro de acordo com a prática vigente no mundo acadêmico.

É possível que a prática de transmissão de conteúdos possa levar à formação de egressos que utilizem informações associadas a práticas profissionais, contudo, questiona-se a capacidade de tais profissionais superarem os problemas e desafios sociais e tecnológicos atuais. O professor mediador promove o ensino/aprendizagem como a oportunidade em que o aluno se torna o sujeito do próprio conhecimento. Então, a graduação é um estágio importante para se adquirir o conhecimento técnico e científico com qual se interage no mundo de modo crítico, compreendendo suas relações e constantes transformações. Por isso mesmo a reflexão, a investigação científica e a pesquisa serão práticas constantes em cada profissão, a seu modo específico.

Há uma necessidade cada vez maior de reconhecer a educação superior como uma prática legítima para a construção coletiva do conhecimento crítico, reflexivo e socialmente relevante. Quando a relação entre professor/aluno desse modo é realizada, a educação superior deixa de ser um ritual elitista e torna possível que ambos estabeleçam uma mediação para que o conhecimento surja.

Veiga (2006), sugere algumas atitudes válidas para a mediação da construção do conhecimento, como: romper com a forma conservadora de ensinar, aprender pesquisar e avaliar; buscar superar as diferenças entre conhecimento científico e senso comum, ciência e cultura, teoria e prática; explorar alternativas teórico-metodológicas sempre considerando a ética, sendo imprescindível no espaço educacional.

O professor da educação superior deve garantir uma qualidade elevada de ensino. Nesse sentido Vasconcellos e Oliveira (2011), recomenda que o compromisso do docente com seu trabalho, seus alunos, sua instituição e com a educação seja revelado por meio de suas atitudes e na sua prática pedagógica. Pois, isto mostrará   sua competência, empenho e compreensão para o exercício profissional universitário.

As dificuldades metodológicas na prática docente podem suceder das lacunas na formação superior, que não habilitam professores, mas especialistas em áreas especificas da atuação técnica. Os primeiros passos para a qualidade do professor da educação superior podem vir da formação complementar destes profissionais. Repensar a qualidade da formação superior a partir da prática metodológica do ensino não significa colocar o foco no docente, mas garantir que o líder do processo da aprendizagem esteja capacitado para propor o processo adequado ao currículo programado.

Poder-se-ia dizer que as competências docentes próprias para o professor da educação superior, mais especificamente considerando a formação pedagógica específica, deveria ser um requisito necessário para o exercício da docência na educação superior.

Está implícito ao processo de ensino e aprendizagem um dinamismo diferente das práticas conservadoras que se referem ao saber como uma exclusividade do educador. O professor mediador promove trilhas para que seus alunos cheguem ao conhecimento.

REFERÊNCIAS
VASCONCELLOS, M. M. M.; OLIVEIRA, C. C. Docência na universidade: compromisso profissional e qualidade de ensino na graduação. Santa Maria, Educação, v. 36, n.2, p. 219-234, maio/ago. 2011.

VEIGA, I. P. Docência universitária na educação superior. In: RISTOFF, D.; SAVEGNANI, P. Docência na educação superior. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2006, p. 85-96.


Elaine Cristina Sotelo Fachini – Graduada em Direito e Pós Graduada em Docência no Ensino Superior pela Universidade de Marília/UNIMAR.

Prof. Dr.  Antônio dos Reis Lopes Mello – Doutor em Educação e Docente na Universidade de Marilia/UNIMAR.

 


Giro Marília -UNIMAR EM AÇÃO
UNIMAR EM AÇÃO
Coluna destinada a promover a comunicação da universidade com a sociedade e para a divulgação das atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade de Marília.

Matérias anteriores deste(a) colunista >