source
Vacina no Rio: Paes provoca Doria sobre antecipação de calendário de imunização
Agência Brasil
Vacina no Rio: Paes provoca Doria sobre antecipação de calendário de imunização

O anúncio feito pelo governador de São Paulo, João Doria, sobre a aceleração para imunizar a população contra a Covid-19 foi tomado como desafio para o prefeito do Rio, Eduardo Paes. No início da tarde deste domingo, Doria anunciou, via redes sociais, que o novo cronograma de vacinação com a primeira dose para os municípios paulistas prevê atender a toda a população acima de 18 anos até 15 de setembro. Na manhã desta segunda-feira, Paes respondeu que "está preparando a resposta" quanto às datas para os moradores do Rio.

A Prefeitura do Rio também tem acelerado o ritmo de imunização. Na semana passada, o cronograma ganhou agilidade ao destinar apenas um dia por idade - inicialmente, eram três datas -, com atendimento das mulheres no turno da manhã e dos homens à tarde. Na primeira versão do calendário separado por idade, a capital terminaria a imunização das pessoas acima de 50 anos em 3 de julho. Agora, a previsão é que essa faixa etária seja contemplada até o próximo sábado, dia 19 de junho.

Em agenda neste domingo, Eduardo Paes se mostrou otimista com uma possível antecipação do calendário de vacinação. O prefeito afirmou que, caso o ritmo de imunização se mantenha, a aceleração das datas pode permitir que toda a população carioca acima de 18 anos seja vacinada até meados de setembro. Com isso, o cronograma seria finalizado um mês antes do previsto. Inicialmente, a projeção era que o atendimento de todos os adultos fosse feito até o fim de outubro.

"Do jeito que está indo, se continuar esse fluxo, estamos muito otimistas com a possibilidade até de acelerar. Quem sabe não conseguimos ganhar até um mês. Ainda é uma especulação. Avançamos quase uma década em duas semanas. Se continuar nesse ritmo as noticias podem ser boas. É um achismo meu, nada ainda oficial", afirmou Paes neste domingo.

Você viu?

A aceleração do calendário ainda depende do repasse de vacinas pelo Ministério da Saúde. Na semana passada, o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, falou da expectativa da chegada de um carregamento com doses do imunizante Janssen, ainda sem aplicação no Brasil.

A previsão é de que os frascos recebidos pelo Ministério da Saúde tenham validade até o dia 27. De acordo com Soranz, a nova leva representará uma pequena parcela das vacinas ministradas na cidade, o que não comprometerá a logística da campanha.

"A previsão é que elas se esgotem entre 24 e 48 horas. A validade poderia ser muito menor e ainda assim, para nós, isso não faria nenhuma diferença", disse o secretário de Saúde na semana passada.

Confira o calendário da cidade do Rio nesta semana:

  • Dia 14 de junho, segunda-feira: Mulheres (turno da manhã) e homens (turno da tarde) de 53 anos
  • Dia 15 de junho, terça-feira: Mulheres (turno da manhã) e homens (turno da tarde) de 52 anos
  • Dia 16 de junho, Profissionais da Educação Superior e cursos profissionalizantes
  • Dia 17 de junho, quinta-feira: Mulheres (turno da manhã) e homens (turno da tarde) de 51 anos
  • Dia 18 de junho, sexta-feira: Mulheres (turno da manhã) e homens (turno da tarde) de 50 anos
  • Dia 19 de junho, sábado: Mulheres (turno da manhã) e homens (turno da tarde) de 50 anos ou mais
Fonte: IG SAÚDE