A Penitenciária I “Rodrigo dos Santos Freitas” de Balbinos (100km de Marília) promoveu ações de valorização e autoestima voltadas para o público LGBT+, através do projeto “Quebrando Tabus”. Iniciativa da Diretoria de Reintegração e Saúde em conjunto com o setor de Educação da unidade prisional, as atividades, realizadas em outubro e novembro, contemplaram 28 reeducandos LGBT+.

No dia 23 do mês passado, os representantes da Fundação “Professor Doutor Manoel Pedro Pimentel” (Funap) Valdir Ferraz de Camargo e Michele de Carvalho ministraram a palestra “Observatório de Competências Sociais”.

O bate-papo teve como eixo principal o preconceito e suas características, discriminação, estereótipos e bullying. Houve, ainda, uma roda de conversa para discutir o tema. 

DIA DE BELEZA

No dia seguinte, a Penitenciária contou com a presença de profissionais e alunas dos cursos de manicure e cabeleireira do Instituto Embeleze de Lins. A equipe especializada ofereceu serviços de beleza, como alisamento e tratamento de cabelo e pintura das unhas. 

No dia 4 de novembro, a unidade promoveu outra palestra, que abordou os temas “orientação sexual”, “LGBTfobia”, “homofobia e transfobia”, além de orientações sobre o reconhecimento legal e judicial dos direitos LGBT no Brasil. “O evento foi muito bacana, pois a gente se sentiu valorizada e tivemos a nossa autoestima elevada”, frisa a reeducanda Letícia.

DIVERSIDADE DE GÊNERO

Idealizador e coordenador do projeto, o agente de segurança Paulo Oliveira dos Santos destaca que as ações seguem um cronograma da Penitenciária e buscam trazer profissionais que abordem temas relacionados à diversidade de gênero.

“A proposta é resgatar, valorizar e elevar a autoestima do público LGBT+ da unidade. Entendo que atingimos a nossa meta”, frisa Santos, informando que o próximo encontro será no dia 27 deste mês.