Giro Marília -Decisão do STF pode afetar até 32 processos da Lava Jato, prevê MPF

A maioria de votos formada no STF (Supremo Tribunal Federal) para anular conjunto de atos em um processo da Operação Lava Jato em Curitiba pode repercutir em até 32 processos contra diferentes acusados, envolvendo o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

A projeção foi apresentada por integrantes da força-tarefa da Lava Jato depois de o Supremo decidir que réus delatados têm o direito de falar por último, antes da sentença e depois de delatores, que tradicionalmente faziam suas manifestações em conjunto com os outros réus.


Segundo os cálculos do MPF, as 32 ações com situações semelhantes envolvem 143 condenados. O julgamento no Supremo ainda não acabou e só ao final deve definir o alcance da decisão.

Em tese, todas as condenações da Lava jato em que delatados fizeram suas alegações finais com o mesmo prazo dos delatores podem retroagir a esta fase, com anulação de condenações. Há riscos como a prescrição das condenações em alguns casos.



Últimas Notícias