Giro Marília -Escolas vão discutir inadimplência, salários, coronavírus e mais em Marília

Nesta segunda-feira, dia 16 de março, tem início a primeira série de reuniões da diretoria do Sieeesp com as escolas particulares do Interior, que prevê já no primeiro dia encontro do Sindicato com mantenedores de escolas em Marília.

Seguindo depois para Presidente Prudente e Araçatuba (ambas no dia 17) e São José do Rio Preto e Ribeirão Preto (dia 18), envolvendo as cidades do entorno de cada sede regional. O encerramento dessa primeira fase acontece no dia 19, com a grande reunião com as escolas da Capital, na sede do sindicato.

O sindicato pretende ouvir as escolas particulares e discutir com elas temas importantes que envolvem, entre outros, gestão inovadora, inadimplência, o julgamento do dissídio coletivo de 2019, a convenção coletiva de 2020, e o Programa PISA para Escolas.

Conforme José Augusto de Mattos Lourenço, vice-presidente do Sieeesp, a reforma tributária está na pauta das conversas com as escolas, “porque do jeito que está proposta no Congresso, só aumenta impostos, não desonera a folha e prejudica em muito o segmento”.

Lourenço reporta outro assunto importante: a prevenção da transmissão ao novo coronavírus, que traz preocupação à toda a comunidade escolar, do gestor ao aluno e sua família e também ao Sieeesp. “Nós queremos ouvir a opinião das escolas, como fazemos todos os anos”, observa o diretor, que comandará as reuniões. “

A primeira fase dos encontros prevê ainda reuniões em Presidente Prudente, Araçatuba, Rio Preto e Ribeirão. A segunda fase da Jornada Regional dos Mantenedores tem início em 23 de março, a partir de Santos e as cidades da região, seguindo depois para Santo André, São José dos Campos, Guarulhos, Campinas e encerando em Sorocaba, dia 25 de março.


Últimas Notícias