Giro Marília -Unesp desliga 30 aprovados em vestibular por fraude em autodeclaração de cotas

A Unesp desligou 30 estudantes por indicação de fraudes nas autodeclarações como pretos ou pardos na inscrição de vestibulares anteriores a 2020. As expulsôes foram publicados na edição de quinta-feira (30) do Diário Oficial do Estado de São Paulo. 

Os desligamentos acompanharam resultados de processos de averiguação, que incluiu prazo de defesa para os estudantes, inclusive em recurso. 

Os desligamentos são resultado da atuação de uma Comissão de Averiguação é responsável pela análise das autodeclarações.  A apuração já havia provocado 56 desligamentos em 2019.

A medida deste ano ganhou repercussão a partir da divulgação pelo professor Juarez Xavier, da Unesp de Bauru, militante do movimento negro e alvo de um ataque racista a faca em novembro, no dia da Consciência Negra.

Entre os desligados há estudantes dos cursos de odontologia, zootecnia, sistemas de informação, letras, engenharia elétrica, engenharia agronômica, história, ciências sociais, física, ciências biológicas e matemática.


Últimas Notícias