b

O Rotary Club Marília 4 de Abril reuniu sócios, convidados, empresários, intercambiários ligados ao clube e governador Distrital, Gesner Dias Junior,  para comemorar 25 anos de Fundação. O encontro teve ainda a apresentação de quatro Empresas Cidadãs, programa que tem recebido todo o foco do clube nos últimos dois anos.

Empresas de todo o país podem juntar-se ao Rotary e receber o em contrapartida alinhamento de marcas de forma a se projetarem na sociedade dinamizando seus negócios. Para isto é importante que estas empresas realmente se portem de formas socialmente responsáveis, sejam cumpridoras fiéis de seu papel e obrigações na sociedade onde atuam.

Estas empresas fazem aportes mensais para a ABTRF (Associação Brasileira da The Rotary Foundation), que investe os recursos em programas através de projetos realizados pelos clubes, que por sua vez atuam nestes investimentos de forma muito nobre, pelo menos dobrando estas importâncias liberadas, quando retornam a sociedade.

A ABTRF representa o  braço empresarial da Fundação Rotária e tem se desenvolvido de forma vertiginosa nos últimos anos, tanto no desenvolvimento de produtos quanto em  programas com participação de empresários. A atuação da ABTRF já representa 30% do total dos recursos auferidos e investidos na sociedade.

“Cuidamos das relações de produtos e empresas. Não temos não apenas agregado  empresas, mas auxiliamos para aproveitarem os recursos desta participação, inclusive em reuniões com funcionários para que todos os envolvidos com a empresa conheçam e entendam o que representa a união com o Rotary”, disse o empresário João Carlos Affonso Ferreira, coordenador do projeto no clube, responsável pelo contato com as quatro empresas.

O encontro lembrou grandes projetos e programas do clube, como o Banco de Cadeiras de Rodas, coordenado pelo sócio Miguel Argollo Ferrão Filho, que em dez anos já entregou pelo menos 90 cadeiras,  e o Projeto Escola Viola, desenvolvido em parceria com o Rotary Marília de Dirceu, que ensina pessoas de todas as idades a tocar viola, envolvendo musica, cultura e sonhos.

As empresas que se juntaram ao Rotary nesta oportunidade foram :

Regional Adm e Corretora de Seguros, empresa do próprio Coordenador, ha dois anos no programa, com uma imagem totalmente positiva do projeto e dos benefícios que ele traz. Aproveita a relação e utiliza o selo liberado pelo Rotary nas apresentações de suas propostas, na relação com parceiros e seguradoras, além de adotar uso de banners e expor a relação em todos processos de sua mídia .

JR e Castro Recuperadora de Veículos, empresa nova e que está há dois anos no projeto, satisfeita e orgulhosa pelos resultados da participação.

Centro Automotivo Porto Seguro Unidade 1, avenida Castro Alves - Procurou o clube para aderir ao programa.

Centro Automotivo Porto Seguro Unidade 2 - avenida da Saudade, nova unidade nem foi inaugurada, o que deve ocorrer nos próximos dias, e já chega com o Selo de Empresa Socialmente Responsável.


Últimas Notícias