Giro Marília - União com Ska Brasil pode dar representação internacional para o MAC

Alysson Souza Silva, vice-presidente do MAC, com o ex-jogador Edmilson, dirigente do Ska Brasil - Reprodução

A parceria entre o MAC (Marília Atlético Clube) e o Ska Brasil, de Santana do Parnaíba pode avançar muito além da cessão de um centro de treinamento para a pré-temporada 2022 do Tigrão. O Marília negocia com o ex-jogador Edmílson, presidente do Ska, uma atuação como representante do clube até em contatos internacionais.

Não é pouco. Edmilson, que encerrou a carreira como jogador em 2012, atuou no exterior, integrou a equipe brasileira campeã da Copa do Mundo em 2002 e o time do Barcelona na conquista da Champions League em 2006.

Atuou ainda no Lyon, Real Zaragoza e VillaReal, além de grandes clubes brasileiros, como o São Paulo e o Palmeiras.

À frente do Ska Brasil, assumiu o Osasco Futebol Clube, o que garantiu uma temporada na quarta divisão do campeonato Paulista e comando o centro Telê Santana em que o MAC deve treinar durante três semanas de novembro.

“O primeiro passo da parceria mais ligado à cessão do CT. Mas iniciou possibilidade de o Edmilson ser representante internacional do MAC por toda sua bagagem como atleta, contatos, conhecimento sobre atuação no exterior, levar jogadores para competições internacionais. Pode ser trampolim para negociação de atletas”, disse o vice-presidente do Marília, Alysson Alex Souza e Silva.

Edmílson não será representante exclusivo e os entendimentos com o atleta já abriram caminho para mais parcerias incluindo grandes clubes como o Atlético Mineiro, equipe com a qual o MAC já teve primeiros contatos.

“A gente ainda quer avançar mais no aspecto de atletas que possam vir para Marília e vice-versa. O Edmílson pode ser um parceiro em vários sentidos e estas iniciativas já dão boa visibilidade. A pré-temporada fora vai ser muito produtiva e pode trazer muitos resultados”, disse Alysson.

Segundo o vice-presidente, a ideia é que estes relacionamentos possam ajudar o MAC a subir para a série A-2, buscar a elite do futebol paulista e deixar um legado para o clube.

O dirigente afirmou ainda que o Marília tem tradição em revelar grandes nomes do futebol e quer retomar essa influência com lançamento de grandes nomes de forma paralela à evolução nas competições.


Últimas Notícias