Giro Marília -Convênio entre Unimar e AMEI beneficia paratletas marilienses

A Universidade de Marília (Unimar) firmou convênio com a Associação Mariliense de Esportes Inclusivos (AMEI), possibilitando que as equipes realizem os treinos nos Laboratórios de Avaliação Física e Prática Esportiva (LAFIPE) do curso de Educação Física. A parceria visa contribuir com a melhora do rendimento dos paratletas e, também, com o processo de aprendizagem dos acadêmicos, por meio da vivência na educação física inclusiva. 

De acordo com a coordenadora do curso de Educação Física da Unimar, Júlia Durigan, a parceria vai contribuir com o desempenho das equipes. “A AMEI é uma Instituição que vem treinando os atletas com pouco recurso e, desta forma, propusemos esta parceria que oferece a estrutura da Instituição, beneficiando os treinos, e promovendo um bem-estar para as pessoas com deficiência e sociedade em geral”, conta.

Ainda segundo a coordenadora, a parceria vai proporcionar também uma experiência diferenciada para os acadêmicos. “Na matriz curricular da graduação, temos a disciplina de Educação Física Inclusiva. A parceria é mais um diferencial do nosso curso, porque vai beneficiar os estagiários com esta experiência única”, complementa.

Paratletas do atletismo, Daniel Martins e Gustavo Dias, já estão treinando na Universidade de Marília, focados para as Paralímpiadas de Tóquio, que acontecerá em julho.

Segundo o medalhista paralímpico, Daniel Martins, a estrutura diferenciada da Unimar está ajudando para a sua melhora de desempenho. “Tem sido maravilhoso, principalmente, pela estrutura a que temos acesso, a qual vem contribuindo diretamente com nosso desempenho. Estamos aproveitando ao máximo, sempre com a Júlia ao nosso lado, com muito treino, porque este ano será importante e, quem sabe, consequentemente, a gente traz a medalha pra casa”, destaca.

O paratleta Gustavo Dias busca pelo índice de classificação para a paralimpíada, mas está confiante após começar a treinar na Universidade. “A Unimar tem uma estrutura que além de adequada para nossos treinos é muito confortável, o que vai nos trazer várias evoluções de desempenho. Estou focado para conseguir o índice para Tóquio, mas agora, com os treinos aqui na Unimar, tenho certeza que vou conseguir”, conta. 

A coordenadora do curso de Educação Física, também é responsável pelo treinamento dos paratletas e ela ressalta como os dois evoluíram nestes últimos meses. “Os paratletas treinavam na rua. Quando fechamos esta parceria e trouxemos eles para cá, os dois ganharam um ambiente muito diferenciado de treino, o que gerou ganhos no rendimento para conseguirmos conquistar o título tão sonhado agora nas paralimpíadas”, conclui.

Os treinos são realizados na piscina e pista de atletismo, de acordo com as modalidades, além do fortalecimento, focado na melhoria do condicionamento físico, que é realizado na academia.  O paratleta da equipe de natação, Márcio Nascimento, conta que está se sentindo mais preparado para as competições. “Está sendo maravilhoso. Realizamos durante o ano  campeonatos e com esta parceria estamos nos preparando melhor, além de ser bem prazeroso treinar aqui na Unimar, porque para que a gente tenha bons tempos e boas marcas, é preciso fazer um acompanhamento focado, com equipamentos de primeira para melhorarmos a cada dia”, conta.

O treinador da equipe de natação, Lucas Henrique Parolise, destaca que, mesmo em pouco tempo, com a estrutura diferenciada da Universidade, é possível notar os benefícios. “A parceria com a Unimar está sendo muito importante para os atletas, porque já conseguimos notar os resultados com os tempos, que estão evoluindo. Eles estão mais animados e mais incentivados, porque na AMEI, não temos uma academia como esta, contamos com espaço muito reduzido e a nossa equipe cresceu muito. A Unimar veio para fortalecer, unir forças. Queremos agradecer a Universidade de Marília e a coordenadora Júlia pela parceria”, agradece.


Últimas Notícias