Giro Marília -Jungle Fight – Atleta de Marília faz grande luta; volta sem cinturão em decisão dividida de jurados

Rafael Montouro Ribeiro, o Rafinha, atleta de Marília que disputa cinturão peso-mosca no Jungle Fight na noite de domingo, voltou para a cidade sem o título mas com muito reconhecimento, lições e elogios pela participação na luta mais disputada da noite.

Rafinha, como é conhecido, fez cinco rounds e por 25 minutos mostrou força. Garra, técnica e disposição na troca de golpes com Felipe Pereira- mais alto e mais pesado – que na maior parte do tempo levou o combate para a grade.

O atleta de Marília conseguiu resistir a essa pressão e esforço, tentou ataques durante toda a luta, aplicou alguns bons golpes, mas não foi o suficiente: a decisão dos jurados, dividida, deu a vitória para Felipe que não ficou com o cinturão: estava acima do peso da categoria.

“Nessa noite o Rafael subiu mais um degrau. Como diz o ditado; ou ganhamos ou aprendemos e essa foi a vez de aprender mais. Rafa lutou muito, mas todos elogiaram muito, com certeza ele está em outro nível”, disse Rodrigo Seabra, instrutor e técnico do atleta no CT Rodrigo Seabra Fight, em Marília.

Seabra afirmou que a luta foi definida nos detalhes e que Rafael mostrou profissionalismo desde o começo, quando bateu peso.

“Rafa conseguiu bater muito em pé. Agora é voltar pra casa e continuar trabalhando forte. Subimos mais um degrau. O resultado não foi o que a gente queria mas o desempenho todo foi. Não teve derrota, teve aprendizado.” Veja imagens da luta