Giro Marília -Marília goleia Assisense e encaminha vaga à 2ª fase do Paulista Sub-20

O confronto entre o segundo melhor time com o segundo pior deste Campeonato Paulista Sub-20 terminou como já se esperava: goleada do Marília diante do Assiense, por 4 a 0, em Assis (SP), pela 2ª rodada do returno.

O resultado praticamente classificou o Marília para a 2ª fase da competição, com três rodadas de antecedência. O ‘arremate’ na vaga deve vir na próxima quinta (23), contra o Penapolense, no Abreuzão, às 15 horas.

O JOGO

Mal começou o jogo e a diferença de campanhas e, principalmente, técnica entre as duas equipes não demorou. Aos 2, o goleiro Rafael bateu roupa e Vitor Hugo, de cara para o gol, bateu para fora.

Daí pra frente, seguiu-se um treino de luxo ao Marília, que chegava como queria. Parecia não ter pressa para abrir o placar. Aos 14, Diogo preferiu bater de virada a concluir, com a bola no pé, sozinho no meio da área.

Recuado, ao Assisense restava tentar evitar o maior estrago possível no placar. E o Marília seguia desperdiçando. Aos 18, Pecê foi lançado pela esquerda, cruzou e Vitor Hugo escorregou ao tentar finalizar.

Aos 22, Leanilto acertou o pé da trave em nova investida pela esquerda. Faltava só caprichar mais. Foi o que ele fez no minuto seguinte. Bastou finalizar pro fundo das redes após cruzamento de Diogo.

O treino – ou melhor, o jogo – seguia no mesmo ritmo, com o Marília desperdiçando sucessivas finalizações. E o goleiro Rafael salvava seu gol como podia. Corajoso, aos 34 ele saiu nos pés de Diogo e travou a finalização. Aos 43, parou Felipe Mello.

Aos 45, uma cena rara até então no jogo: uma finalização do Assisense. Bruno bateu de virada e o goleiro Henrique, que tinha o privilégio de assistir a tudo que acontecia do outro lado, deitou para segurar a bola.

De volta do vestiário, o Marília manteve o pleno domínio do jogo. E aos 9, tratou de ampliar o placar. Pecê percebeu Diogo livre na área. Desta vez Rafael nada pôde fazer. O atacante maqueano só teve o trabalho de tocar no canto: 2 a 0.

Aos 17, aconteceu de novo: o Assisense chegou com raro perigo, mas Gabriel, se atrapalhou na conclusão e perdeu o que seria o 3º gol do time em sete jogos. No contra-ataque, o ‘9’ do Marília, Vitor Hugo, conseguiu chutar em cima do goleiro, de frente pro gol. 

Aos 29, James entrou livre na área e foi derrubado. Pênalti. Caio bateu alto, no canto direito, sem chance para o aguerrido goleiro do Assisense. Faltava só mais um para ‘virar goleada’. Aos 38, Caio aproveitou rebote do goleiro e fez o 2º dele e o 4º do Marília no jogo.

James até faria o quinto na sequência, mas ele conseguiu a proeza de bater cruzado – e para fora! – na ponta da pequena área. Aos 45, Tico bateu da entrada de área com estilo e Rafael espalmou. E fim de papo.


Últimas Notícias