Giro Marília -"Bolsonaro é pior do que Adolf Hitler", dispara Lucélia Santos em rede social

source
Lucélia Santos e Jair Bolsonaro
Reprodução Instagram
Lucélia Santos e Jair Bolsonaro

Falar de política com Lucélia Santos é certeza de opinião forte. Um exemplo disso é a indignação da atriz em relação à quantidade de óbitos por Covid-19, que não para de crescer, e as últimas declarações de  Jair Bolsonaro (sem partido) durante pronunciamento nesta quinta-feira (4). Além de afirmar que é preciso "enfrentar o problema de peito aberto" e parar de "frescura e mimimi", o chefe do Executivo questionou: "Vão chorar até quando?".

"Morreram 1910 pessoas em 24 horas até o informe das 18h de hoje. Aí o governo veta todas as medidas do Congresso pela vida e apoio emergencial à população que sofre, tem necessidades e fome", escreveu a veterana, usando a palavra "genocida" e a hashtag #bolsonaroépiorqueHitler, fazendo referência ao ditador nazista alemão. Estima-se que cerca de 21 milhões de vítimas tenham sido mortas sob suas ordens.

Mas não parou por aí, não! A intérprete de "Escrava Isaura'' ainda compartilhou um post que diz: "Milhões de brasileiros estão sem garantir o sustento de suas famílias. Precisamos pressionar o Congresso pela prorrogação do auxílio de R$ 600 até o fim da pandemia". Em outro, porém, ela mandou um recado nas entrelinhas: "Aos eleitores e apoiadores de Bolsonaro, aos que aglomeraram e aos que não usaram máscara, o mérito pelo recorde de mortes é todo de vocês. Bando de fdp".


Fonte: IG GENTE

Últimas Notícias