Giro Marília -Morre em Marília o técnico Carlos Fonseca, revelador de talentos no MAC

Carlos Bulho Fonseca, treinador responsável por grandes revelações do MAC (Marília Atlético Clube) a partir da década de 80, faleceu aos 75 anos.

Carlão, como era conhecido, foi técnico até 2015, quando se aposentou, e vivia desde 1981 no alojamento do Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, sede do time.

Trabalhou na Telesp, em indústria de calçados e em serviços gerais. Mas foi sempre um apaixonado por futebol. Foi médio volante e dizia que na infância jogou com o goleiro Valdir Peres, do São Paulo e Seleção Brasileira.


Treinaram com ele nomes como o volante Bernardo (São Paulo), zagueiro Márcio Rossini (Santos), Dorival Junior, Sérgio Néri (Guarani), atacante Raudinei (Porto-POR) e centroavante Guilherme (São Paulo).

“Fui chamado porque meu time venceu o Maquinho na final de uma competição organizada por Osmar Santos. Meu time conseguiu a vitória por 1 a 0 com gol de Dorival Junior. Nessa minha equipe jogavam: Dorival, o irmão dele, Luiz Andrade e Sérgio Néri (ambos goleiros)”, disse Carlão em entrevista ao jornalista Jorge Luiz, do Jornal da Manhã, em 2020.

Também foi auxiliar-técnico do profissional em várias oportunidades, mas nunca treinou o time principal.

Nascido em Herculândia, chegou a Marília em 1968, e morou também em Tupã e Garça. O velório será feito na sala 3 do Velório Municipal e o sepultamento está marcado para 10h de domingo.


Últimas Notícias