Giro Marília -Ipem atua marcas de papel higiênico por irregularidade em largura e comprimento

Fiscais do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) autuou seis fabricantes de papel higiênico por irregularidades em medidas. Eles representam 28% das amostras analisadas.

O estudo, realizado nos dias 26 e 27 de maio, e analisou medidas – largura e comprimento dos rolos colocados no mercado - de maneira coordenada nos laboratórios do Ipem-SP na capital, Campinas e São Carlos, foram verificados 21 produtos.

As empresas autuadas têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão. 

O estudo envolve diversas marcas de papel higiênico das linhas doméstica e institucional, a fim de verificar se a indicação apresentada pelo fabricante na embalagem está correta. 

Confira a tabela com as irregularidades aqui.


Últimas Notícias