Giro Marília -Tribunal abre concurso para escrevente; vagas na capital e 17 regiões de SP

O Tribunal de Justiça de São Paulo publicou edital de abertura de concurso público que vai oferecer 600 vagas de escrevente judiciário para atuar na capital, grande São Paulo e 88 cidades do interior distribuídas em 17 regionais.

Há vagas em cidades próximas a São Bernardo, Santo André, Osasco, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Itapecerica,.Campinas, Jundiaí, Bragança Paulista, Mogi Mirim, Rio Claro, Limeira, Pirassununga, Piracicaba, São João da Boa Vista, Americana e Amparo.

As inscrições começam no dia 10 de abril e seguem até 17 de maio. Serão feitas exclusivamente pelo site da Fundação Vunesp, responsável pela organização do concurso. www.vunesp.com.br A taxa é de R$ 68,00

Os aprovados vão receber piso inicial da categoria, que equivale a R$ 5.600 para carga horária de 40 horas semanais.

Cabe aos escreventes executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça, dar andamento em processos judiciais e administrativos, atender ao público interno e externo, elaborar e conferir documentos, controlar a guarda do material de expediente, atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.


Os candidatos precisam ter ensino médio e devem ser brasileiros natos com idade a partir de 18 anos completos, estar em dia com as obrigações eleitorais e serviço militar. Não podem estar condenados por crime contra o patrimônio, a administração, a fé pública, os costumes e nem por improbidade.

A partir de 23/05/2017, o candidato deverá conferir no site www.vunesp.com.br se os dados da inscrição foram recebidos e se o pagamento da taxa de inscrição foi efetivado.

Não será aceito pagamento da taxa de inscrição por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile, transferência eletrônica, DOC, DOC eletrônico, ordem de pagamento ou depósito comum em conta corrente, condicional e/ou extemporâneo, ou por qualquer outra via que não a especificada neste Edital.

O Concurso será dividido em duas etapas: prova objetiva com cem questões e uma prova prática de formatação e digitação com o Windows. A prova prática será aplicada somente aos candidatos habilitados e melhor classificados na prova objetiva.

O Concurso terá validade de 1 (um) ano, a contar da data da homologação, prorrogável por igual período, a critério do Tribunal de Justiça, podendo ou não abranger os cargos vagos e os que vierem a ser criados no decorrer do prazo de validade do concurso, dependendo do interesse do serviço e da disponibilidade orçamentária.

Confira mais detalhes e a lista completa de cidades no Edital do Concurso divulgado pelo TJ