Giro Marília -Bares e restaurantes de Marília podem pedir indenização por dias fechados

Proprietários de bares e restaurantes de Marília querem ir à Justiça por indenização pelos dias fechados durante as medidas de restrição à circulação de pessoas no controle da epidemia de Covid.

A ideia é reproduzir na cidade um modelo de ação proposta por uma associação da categoria em todos os estados e mais 270 cidades. A entidade não tem regional em Marília mas grupo de empresários pediu ao Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes da cidade uma análise jurídica.

“A categoria ficou interessada após a informação dessa cobrança pela associação. Já pedimos um parecer ao departamento jurídico e nos próximos dias devemos ter uma posição oficial”, disse o presidente do Sindicato Sinval Gruppo, que é também vice-presidente da Federação da categoria no Estado.

Sinval destaca que a ação não contesta o acerto ou erro das medidas e nem de prevenção à epidemia, mas cobra uma situação de justiça e equilíbrio para o setor.

“O setor foi um dos mais prejudicados, acredito que o maior afetado ao lado dos serviços de eventos, em uma situação de interesse coletivo em que alguns setores foram muito privilegiados. Não é uma disputa entre segmentos, mas uma forma de dizer ao poder público que se o interesse é coletivo não pode haver um ou outro setor mais atingido”, disse o empresário.

Sinval Grupo afirmou ainda que a categoria fez muitas contribuições na pandemia e que as raras propostas de apoio vieram sempre em modelo de empréstimos e novas dívidas.

“Além de doações e suporte  ações públicas, são empresas que contraíram dívidas, que assumiram manutenção de custos sem trabalhar, que contribuem com impostos e empregos. Acredito que seria uma questão de Justiça haver uma indenização e repasse de apoio ao setor que seja realmente uma ajuda e não uma dívida futura.”


Últimas Notícias