Giro Marília -Marília tem protesto contra Doria e mobilização por desobediência ao Plano SP

Aproximadamente 50 carros participaram na manhã deste domingo de um protesto contra o governador João Doria em manifestação contra aumento de impostos, falta de leitos de UTI na cidade, falta de vacinas e fechamento de empresas no Plano São Paulo.

A manifestação incluiu distribuição de adesivos com mensagens #foradoria e pedidos de impeachment do governador. A carreata saiu da avenida das Esmeraldas e percorreu diferentes corredores viários com buzinaço, uso de megafone e palavras de ordem contra o governador.

Os ataques ao governador ocorrem também em mobilização nas redes sociais com grupos de empresários que defendem desobediência coletiva ao Plano São Paulo com abertura de empresas.

Marília foi classificada na fase vermelha do Plano São Paulo que autoriza apenas os serviços essenciais. Lojas e restaurantes poderiam funcionar no sistema delivery e drive-thru.

O Giro Marília recebeu informações de mensagens em grupos de empresários que defendem abertura com os protocolos de saúde básicos – distanciamento de mesas e público, uso de álcool gel e máscaras- e limites de horários, mas com abertura de empresas e serviços que não poderiam funcionar.

Há pressão pela abertura de lojas inclusive em centros de compras da cidade. O controle das atividades depende de fiscalização de serviços municipais e estaduais.

O Governo do Estado cobra mais rigor e inovou na pressão contra os desobedientes: as fiscalizações podem envolver intervenções do Procon com medidas como multas administrativas para as empresas.

 


Últimas Notícias