Giro Marília -Festa do MAC leva autoridades, atletas e torcida ao Chaplin

Uma festa com muitas comemorações – os 77 anos do MAC (Marília Atlético Clube), a apresentação dos uniformes do time para 2019 e a nova diretoria, com o prefeito Daniel Alonso como presidente do clube – levou autoridades, atletas, patrocinadores e torcedores ao Chaplin na noite desta sexta.

A festa teve resgate de momentos históricos do clube – alguns poucos que a organização conseguiu resgatar em áudio e vídeos – e discursos que ora tentavam desvincular a diretoria da prefeitura, ora misturaram temas políticos ao futebol.


Bandeiras do MAC e da cidade enfeitaram as mesas. O elenco foi apresentado em um telão e alguns jogadores desfilaram com uniformes. Sem camisas disponíveis para a venda, o evento promoveu reserva para compras antecipadas – cada camisa custa R$ 99,90 -.

O empresário Paulo Diniz, que comanda o Chaplin com a esposa, Cleide, e os filhos, Fernando, Paula e Guilherme, lembrou que a casa, a uma quadra do estádio Bento de Abrue, é um tradicional ponto de encontro de torcedores e de comemoração dos títulos.

‘É mais um grande evento, é uma honra para o Chaplin receber a festa de 77 anos do MAC e nós sempre estivemos com o Marília, para comemorar, discutir partidas ou mesmo reunir após momentos ruins, o Chaplin sempre foi ponto de encontro para maqueanos.”

A festa teve quebras de protocolo, como momento em que um dos líderes da Mancha Azul, principal torcida organizada do Marília, abraçou o prefeito/presidente no palco para dizer que o MAC teve muitos dirigentes não políticos que afundaram o time e que Daniel vai ‘revolucionar’ o clube.

ELEIÇÃO


Antes da festa, o MAC fez a eleição da nova diretoria para mandato tampão, sem renovação do conselho. Significa dizer que o prefeito Daniel Alonso poderá ser candidato em 2020 e ainda tentar uma reeleição.

Antonio Carlos de Souza Vieira, o Sojinha, que comandou o MAC em diferentes mandatos e antecipou sua saída para colaborar com as mudanças no time, segue no conselho deliberativo. Disse que entrega o clube sem novas ações trabalhistas neste ano, sem dívidas de salários e direci0onado para recuperação

- O próprio prefeito como representante da Casa Sol, o empresário Dito Freire pela Comauto foram alguns dos representantes na festa

- Uma das memórias do time resgatou narração do radialista Dirceu Maravilha para vitória do clube em 1979. Dirceu, revelado na cidade, transferiu-se para São Paulo onde fez carreira em, grandes emissoras


- O bancário Jefferson Ricardo Gabriel levou uma carteirinha de acesso ao MAC de 1980 para apresentar na comemoração

- O técnico do Marília, Ricardo Costa, recebeu muitos elogios, incluindo lembrança de seis edições da B-1 em que conseguiu acesso para a terceira divisão.

- O presidente/prefeito Daniel Alonso disse que a série B-1 é a mais difícil, por envolver 40 times, muitas fases e ter muitos times que já disputaram elite e também sofrem pressão pelo acesso. Apenas duas equipes sobem para a A-3.

- O MAC estreia na Série B-1 do Campeonato Paulista neste domingo em Assis, contra o Vocem, já com novo uniforme. Faz o primeiro jogo em casa no próximo sábado, contra no Itararé, às 19h no Abreusão.

Veja na galeria de fotos quem passou pelo evento


Últimas Notícias