Giro Marília -Rally Piocerá lança roteiro com desafios de pista e clima para motos

Estradas com pedras, cascalhos, terra, areia fofa e dunas, ao lado de paisagens exuberantes e lugares históricos, verdadeiros cartões postais. Será este o cenário para pilotos de motos a 28ª edição do Rally Piocerá 2015, prova que abre oficialmente o Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade. O levantamento foi divulgado nesta segunda=-feira (27) pela organização.

A prova envolve motos em oito categorias (Master, Sênior, Executivo, Over 40, Over 50, Over 55, Júnior e Novato), passando por cidades em duas estados, Piauí e Ceará, entre os dias 25 e 30 de janeiro. Serão 1.050 quilômetros em serão oito etapas, duas por dia. O monumento do Jenipapo, marco da luta armada pela Independência do Brasil, será um dos pontos visitados pela competição, sem contar os lagos, serras, fazendas e açudes.

Além das motos, a prova envolve roteiros para carros 4x4, Motos Rally, Quadriciclos e UTVS, que terão um percurso diferenciado e com 1.069 quilômetros de trajeto total.

A largada será em Teresina (PI), após vistorias, briefings, apresentações de manobras radicais, palestras, exposições e a Festa da Garota Piocerá, que promete animar o público.

Confira como será cada dia para as provas das motos.

1º Dia - 27/01/2015 -  Teresina (PI) - Pedro II - (PI) = 281 Km

Largada na Ponte Estaiada. Trechos mesclados, entre trilhas, estradinhas de cascalho e pedras soltas, além de alguns laços para medir a navegação e médias horárias justas, com trechos diferenciados e muito desgaste para os pilotos. Em seguida, os competidores seguirão até Campo Maior, onde o terreno já muda e começa a aparecer muita areia. O trajeto passará em frente ao Monumento do Jenipapo, seguirá para a cidade de Cocal da Telha e de lá até Pedro II, em percurso de terra e areia fofa.

2º Dia - 28/01/2015 -  Pedro II (PI) – Crateús (CE) = 203 Km

Os pilotos saem da Praça Domingos Mourão Filho, centro histórico da cidade, com muitas pedras e lajedos. Descem a Serra dos Matões e começa um caminho com muita areia fofa. O trecho envolve casas, fazendas e açudes secos devido à falta de chuvas. No primeiro neutro, no distrito de Cachoeira Grande, na BR 404, não haverá posto para abastecimento. Então, as equipes de apoio terão que levar o combustível para os pilotos. O trecho da rodovia é de terra e cascalhos. 

3º Dia - 29/01/2015 - Crateús (CE) – Quixadá (CE) = 319 Km

Pilotos encontrarão estradas em piso natural e com muito cascalho solto, além de trechos rápidos, ótimos para acelerar e várias fazendas de gados para atravessar.O segundo neutro será em Cruzeta, entroncamento das Rodovias BR 226 e BR 020 e o terceiro, na cidade de Boa Viagem. No final do dia, serão presenteados com os monólitos (pedras grandes e individuais) da região, em um lugar de beleza natural incrível, com destaque para a famosa Pedra da Galinha Choca. 

4º dia - 30/01/2015 - Quixadá (CE) – Beberibe (CE) = 251 km

O último dia terá areia, estradas com cascalhos e ‘infinitos’ plantios de caju. O calor deverá ser uma dificuldade a mais. A partir do povoado de Cristais, o piso do terreno muda e aí trechos de areia serão predominantes, ótimos para acelerar. O final da prova será nas dunas, ao lado das usinas eólicas da região. A chegada em Beberibe (CE) será na Praça da Matriz.