Giro Marília -Eleitor de Lula e Ciro investe mais em educação financeira que o de Bolsonaro

source
Eleições 2022 devem ter Lula e Bolsonaro tentanto novamente a cadeira de presidente da República
Kelves Araújo
Eleições 2022 devem ter Lula e Bolsonaro tentanto novamente a cadeira de presidente da República

Um levantamento feito pela Onze, fintech de saúde financeira e previdência privada ouviu 5.400 pessoas e concluiu que os eleitores do centro-esquerda e centro-direita investem mais e melhor em produtos financeiros do que os eleitores de outras ideologias políticas. Inclusive, os representantes desses dois grupos são os que mais contam com o dinheiro de seus investimentos, incluindo a previdência privada, para a aposentadoria. De acordo com as respostas, também foi possível traçar o perfil de investimento dos votantes dos principais candidatos para a presidência de 2022, Lula (PT), Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT).

"Identificamos na pesquisa que, na comparação com os demais candidatos, é mais expressivo o número de eleitores do Ciro Gomes que investiram em produtos financeiros o dinheiro economizado na pandemia. Já entre os eleitores do atual presidente, o pagamento de dívidas teve destaque em relação aos demais, enquanto os eleitores do Lula e do Ciro apostaram mais em educação que os simpatizantes do Bolsonaro", revela o analista de investimento da Onze, Samuel Torres.

A pesquisa "Onze - Perfil de Investidor dos Eleitores Brasileiros" também identificou qual perfil de investidor é mais expressivo em cada grupo de intenção de voto.

A conclusão foi que os eleitores do Lula preferem a renda fixa e são mais conservadores, optando pela poupança, títulos privados e tesouro direto respectivamente. Já os eleitores do Bolsonaro diversificam e arriscam um pouco mais, apostando em poupança, ações e fundos de investimento respectivamente. Mas são os eleitores do Ciro os que mais arriscam e diversificam, pois apostam em títulos privados, ações e fundos de investimento.

Falando em prioridades na hora de investir, o eleitor do Bolsonaro é o que mais preza por retorno, enquanto os do Ciro e Lula olham mais para a segurança.

Leia Também

Quando analisadas as ideologias políticas, direita, centro, centro-esquerda e centro-direita são os grupos que mais diversificam os investimentos. Contudo, os investidores mais experientes parecem estar nos centros direita e esquerda, pois, além de diversificar a carteira, boa parte conseguiu sair da poupança.

O levantamento também notou que os eleitores do Bolsonaro são os que mais confiam no retorno dos investimentos, assim como os eleitores de centro-direita. Por outro lado, os eleitores do Lula são os que menos confiam - mesmo comportamento visto no grupo de centro-esquerda.

Por fim, em relação às expectativas em relação aos investimentos, a pesquisa revelou que reserva de emergência e aumento de patrimônio são os principais objetivos da maior parte dos entrevistados.

Na comparação com as demais ideologias, esquerda, centro e centro-esquerda se preocupam mais em ajudar pessoas, ONGs e instituições com o dinheiro dos investimentos, assim como os eleitores de Lula e Ciro Gomes.

Quando o assunto é futuro, os centros esquerda e direita são os que mais pensam na aposentadoria.


Últimas Notícias