Giro Marília -Honda anuncia suspensão temporária da produção em Manaus (AM)

source
Linha de montagem da fábrica da Honda em Manaus (AM) ficará parada até o próximo dia 3 de fevereiro
Divulgação
Linha de montagem da fábrica da Honda em Manaus (AM) ficará parada até o próximo dia 3 de fevereiro

Você viu?

Moto Honda da Amazônia anuncia que decidiu suspender temporariamente a produção de motos na fábrica de Manaus (AM), por conta do impacto da Covid-19 na cadeia de fornecedores e pelo agravamento da pandemia no estado.

A linha de produção permanecerá parada entre o próximo dia 25 e 3 de fevereiro. A previsão inicial é de que a retomada das operações na fábrica da Honda aconteça em 4 de fevereiro, "desde que as condições necessárias sejam atendidas", destaca em nota, onde a empresa alerta sobre a possibilidade de falta de produtos no mercado.

Ainda de acordo com a montadora japonesa, neste período os funcionários das áreas administrativas e produtivas entram em férias coletivas, permanecendo na unidade industrial um contingente mínimo de pessoas para a realização de atividades essenciais.

Recentemente, a empresa doou em caráter emergencial para o Governo de Amazonas 454 cilindros de oxigênio que estavam armazenadas em seu estoque na unidade industrial localizada na Zona Franca de Manaus e se comprometeu com a recarga e abastecimento.

Nova parada

Fábrica da Honda em Manaus é a maior da marca japonesa no mundo dedicada à produção de motos
Divulgação
Fábrica da Honda em Manaus é a maior da marca japonesa no mundo dedicada à produção de motos

Inaugurada em 1976, a fábrica de Manaus é a maior unidade de produção de motos da Honda no mundo. Além de boa parte dos modelos oferecidos na linha da empresa no Brasil, são feitos no local componentes para as motocicletas, quadriciclos e motores estacionários.

Também por conta da pandemia do novo coronavírus, a unidade industrial da Honda já havia ficado com as atividades suspensas entre os meses de março e maio do ano passado, com a produção sendo retomada depois da adoção de um protocolo com 200 medidas, que incluiam a medição de temperatura dos funcionários, critérios de distanciamento nas linhas de produção e novas regras de higienização dos espaços.

Fonte: IG CARROS

Últimas Notícias